Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

Vai montar seu 1º currículo? Veja 5 dicas

Siga estas recomendações para montar o seu CV


Vai procurar emprego e precisa montar seu currículo? Para ajudar na tarefa essencial na busca de colocação no mercado, Maria Eduarda Silveira, gerente de recrutamento da Robert Half dá dicas do que colocar ou não no documento.

Segundo ela, não existe nada proibido, mas algumas informações poderiam ser melhor abordadas na entrevista, caso o recrutador abra espaço para temas pessoais.

É o caso de passatempos e outros interesses particulares, que fogem do objetivo da vaga e do perfil profissional. Assim, tocar piano pode ser uma habilidade admirável e até indicar uma melhor capacidade de solução de problemas, mas seu lugar não é no currículo para um cargo de analista, por exemplo.

A gerente elaborou um guia com cinco etapas para montar seu currículo e organizar bem as informações.

“Não tenha vergonha de pedir feedback para pessoas que podem ajudar a melhorar seu currículo”, fala ela.

Confira as outras dicas da especialista:

1. Comece com seus dados

Logo no começo, é melhor incluir seus dados pessoais: nome, data de nascimento, endereço e formas de contato, como telefone e e-mail. Cuidado para não digitar nenhum número ou letra errado, ou se esquecer de colocar o DDD, porque isso pode inviabilizar o recrutador de chegar até você.

2. Use tópicos

O texto corrido (e grande) não ajuda na leitura. Com pouco tempo para avaliar diversos currículos, o recrutador pode dar a devida atenção para o seu CV. Coloque o texto em tópicos e destaque pontos mais importantes de suas habilidades e experiências. O dia da entrevista é o momento para se aprofundar em cada tópico.

3. Não esqueça os idiomas

Não deixe de destacar seu conhecimento de idiomas, assim como sua disponibilidade para deslocamento ou mudança de cidade, estado ou país. Pode até parecer que esses pontos deveriam ficar para um segundo momento, mas são informações que ajudam os recrutadores a direcionar melhor as vagas e encontrar seu perfil.

4. Inclua competências relevantes

Você pode não ter experiência em liderança, principalmente se estiver procurando seu primeiro emprego, mas outras atividades podem ser relevantes para mostrar suas habilidades. Um exemplo é o trabalho voluntário: você colocar as competências que desenvolveu com ele, como trabalho em equipe, gerenciamento de times e de projetos.

5. Seja sincero!

Nada de mentiras: um estudo da Robert Half mostrou que 33% dos recrutadores já eliminaram candidatos na primeira fase do processo seletivo por notar mentiras no currículo. Além de antiética, a atitude compromete sua credibilidade e gera uma primeira impressão negativa.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário