Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará

Setor de TI já contrata mais mulheres do que homens nos EUA

Exame


O domínio dos homens nas empresas de tecnologia pode estar com os dias contados – pelo menos nos Estados Unidos. Segundo levantamento feito pelo site Dice com base em dados do governo americano, o setor contratou mais mulheres do que homens nos 9 primeiros meses de 2013.

Ao todo, dos 39,9 mil empregos criados nas empresas de tecnologia entre janeiro e setembro deste ano, 60% foram destinados para mulheres. No ano passado, apenas 34% das oportunidades profissionais foram para a ala feminina da indústria.

Evidentemente, a mudança no número de contratações ainda não impactou os dados totais de pessoas que trabalham no setor. Segundo os dados do Bureau Labour Statistics, 31% dos trabalhadores de tecnologia nos Estados Unidos são mulheres.

Apesar de nomes icônicos como Marissa Mayer, CEO do Yahoo!, Meg Withman, da HP, e Sheryl Sandberg, no Facebook, o quadro só piora quando olhamos o alto escalão das principais empresas de tecnologia.

Levantamento recente feito por EXAME.com nas maiores companhias do setor revela que elas ainda são poucas nos cargos mais elevados da hierarquia. Seis foi o número máximo de executivas presentes no alto escalão nas empresas mapeadas pela reportagem.

A Apple é um exemplo claro disso. Dos 10 principais executivos da companhia, há apenas uma mulher – Angela Ahrendts, chefe de varejo, nomeada para o cargo em meados de outubro passado. No conselho de administração, Andrea Jung, ex-presidente da Avon, também está sozinha entre os outros sete membros.

Deixe um comentário