Scroll Top
Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Rizz: uma palavra sobre a habilidade de comunicação com a geração Z
A gíria em inglês foi eleita pelo dicionário britânico Oxford como a palavra de 2023 e revela o tamanho da influência dos mais novos na cultura
Por Exame | Tempo de leitura: 2 min
(Imagem criada por inteligência artificial)

Por Sofia Esteves, CEO da Cia. de Talentos

Eu confesso: nunca tinha escutado esse termo na minha vida — e a minha aposta é que você também não. Trata-se de uma gíria que vem do inglês, uma abreviação de charisma (ou “carisma”, em português).

O engraçado é que muitos jornais que noticiaram a escolha de “rizz” como a palavra do ano pelo dicionário britânico Oxford comentaram exatamente a mesma coisa que eu: eles nunca haviam escutado tal expressão.

Se ela é tão desconhecida por uma parte da população, por que, então, foi eleita como o vocábulo que traduz o “zeitgeist” de 2023? Por que essa palavra reflete o espírito da época e as características do tempo em que vivemos?

Não vou entrar no mérito da escolha, afinal, existe uma equipe de linguistas e outros especialistas por trás dessa avaliação. O que me interessa, na verdade, é refletir sobre a influência cada vez maior da nova geração. Mais do que isso, fiquei pensando no quanto a liderança atual das empresas está inteirada sobre as mudanças que esse grupo vem provocando na sociedade.

Será que o comportamento da geração Z tem sido levado em consideração na hora de desenvolvermos produtos, serviços e ambientes de trabalho? Ou será que achamos que só os mais velhos “dão as cartas”?

O dicionário Oxford é uma publicação centenária, tradicional, e me chamou muito a atenção a escolha de uma expressão que não é comum a todas as pessoas, mas popular entre a “gen Z”. Revela um entendimento de que a influência do grupo jovem é crescente e deve ser estudada.

Não que, para exercer uma boa liderança, você precise estar em dia com todas as gírias, expressões e trends das redes. Longe disso!

O que a escolha da Oxford me fez pensar é que a influência da geração Z tem ganhado proporções cada vez maiores e isso exige uma postura diferente das empresas.

Sei que não é de hoje que esse grupo provoca transformações, mas fica a dúvida se a liderança das companhias está dando a importância devida a esse movimento.

Você, na posição de líder, está verdadeiramente pronto para gerenciar, inspirar e desenvolver pessoas mais novas? Você entende e sabe dialogar com esse público? Você se preocupa com isso?

É necessário conhecer a sua equipe de maneira mais profunda e abraçar as diferenças — fazer o que, em algum grau, a equipe do dicionário fez.

Uma liderança atenta às mudanças da época e que vai garantir o sucesso do negócio nos próximos anos é uma liderança genuinamente interessada nas pessoas que já ocupam o mercado de trabalho e naquelas que estão entrando nesse espaço. É uma liderança interessada nos profissionais de diferentes idades, origens, histórias e dedicada a promover o encontro de gerações.

Conhecer a gíria “rizz” é um detalhe, mas saber dialogar com quem usa essa expressão é fundamental.

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.