Scroll Top
Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Profissões em risco: ChatGPT lista cargos ameaçados pelo avanço da IA; veja lista
O avanço acelerado da inteligência artificial tem aumentado rumores sobre a substituição de humanos por máquinas no mercado de trabalho; veja os cargos com maior probabilidade de desaparecer
Por Exame | Tempo de leitura: 2 min
(PeopleImages/Getty Images)

Em meio a discussões acaloradas sobre os riscos e impactos da inteligência artificial (IA) no futuro da humanidade, o mercado de trabalho segue se beneficiando da tecnologia – e da sua capacidade de superar a habilidade humana em diversas tarefas – para automatizar processos morosos, tomar decisões mais assertivas e oferecer experiências personalizadas aos clientes.

Estudos apontam que, somente no Brasil, mais de 40% das empresas já implementaram a tecnologia no seu dia a dia. Itaú, Nubank, Magazine Luiza, BRF, Grupo Fleury, Vivo e Cielo são apenas alguns exemplos.

E não é à toa: segundo dados divulgados pela consultoria McKinsey, mais da metade (63%) dos gestores globais notaram algum ganho econômico após a aplicação da IA em suas operações.

Mas, se por um lado o avanço da IA se provou extremamente benéfico para a produtividade e os resultados dos negócios, por outro ele ainda desperta olhares desconfiados dos trabalhadores dessas companhias, que enxergam na automação uma grande ameaça a seus postos de trabalho.

Afinal, quais profissões correm o risco de desaparecer com o uso da IA?

É importante destacar que, apesar de algumas profissões estarem mesmo se tornando obsoletas com o avanço da inteligência artificial, outras devem ser criadas pelo mesmo motivo – afinal, as empresas precisarão de pessoas que saibam utilizá-la de forma assertiva e segura.

Isto posto, decidimos perguntar ao próprio ChatGPT sobre os impactos da IA no futuro do trabalho. O comando utilizado foi “liste quais profissões serão substituídas por inteligência artificial nos próximos cinco anos e explique brevemente os motivos”. Confira a resposta:

1. Motoristas de caminhão e táxi

Com o avanço da tecnologia de veículos autônomos, é possível que a demanda por motoristas humanos diminua significativamente. Empresas como a Tesla, Waymo, Uber e Lyft já estão investindo em tecnologias de condução autônoma.

2. Atendentes de telemarketing

Chatbots e assistentes virtuais já são capazes de realizar muitas tarefas antes desempenhadas por humanos, incluindo atendimento ao cliente e vendas. A tendência é que essas tecnologias se tornem ainda mais sofisticadas e substituam cada vez mais atendentes de telemarketing.

3. Profissionais de contabilidade

Com o avanço da tecnologia de automação de tarefas repetitivas, é possível que muitas funções de contabilidade sejam automatizadas, como o registro de transações financeiras e a geração de relatórios. Isso pode levar a uma redução da demanda por profissionais de contabilidade.

4. Operadores de caixa

Com a popularização dos pagamentos digitais e a crescente adoção de tecnologias de self-checkout em lojas e supermercados, é possível que a demanda por operadores de caixa também diminua.

5. Advogados

Com o avanço da tecnologia de análise de dados e processamento de linguagem natural, é possível que muitas tarefas antes desempenhadas por advogados sejam automatizadas, como a revisão de documentos e a elaboração de contratos. No entanto, é importante ressaltar que a capacidade humana de interpretar e aplicar a lei ainda é fundamental para a resolução de muitos casos jurídicos complexos.

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.