Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Pela diversidade, Arezzo vai subsidiar faculdade de funcionários negros
Empresa irá oferecer 300 bolsas de estudos para cursos tecnólogos, de graduação ou pós-graduação e inglês para os funcionários negros
Por Exame | Tempo de leitura: 2 min
(Arezzo/Divulgação)

A Arezzo&Co, grupo que reúne as marcas como Arezzo, Schutz, Anacapri, Alexandre Birman, Fiever, Alme, Reserva e My Shoes, Carol Bassi e Vans, está avançando com sua estratégia de diversidade e inclusão e irá realizar várias iniciativas em 2023.

Uma dessas ações vai ser oferecer 300 bolsas de estudos para cursos tecnólogo, de graduação ou pós-graduação e inglês para os funcionários negros da companhia.

O objetivo do programa é desenvolver e acelerar a carreira dos talentos negros da empresa. As bolsas de tecnólogo contemplam as áreas de gestão de marketing, RH, financeira e logística.

Já os cursos de graduação disponíveis serão contábeis e administração e, para pós-graduação, são mais de 300 cursos diferentes para escolher.

A jornada de diversidade e inclusão da Arezzo&Co começou ainda em 2021, quando a empresa realizou seu primeiro Censo de Diversidade, mapeando a sua força de trabalho.

Em 2022, foi realizado o segundo Censo, desta vez integrando todas as empresas do grupo. Com engajamento de 85%, o resultado da pesquisa possibilitou que a Arezzo&Co traçasse uma estratégia mais clara para ações de diversidade tanto internas quanto externamentes.

Prova disso é que em 2022 a remuneração variável dos executivos C-Level da companhia levava em consideração metas de diversidade, como forma de engajar a liderança para o tema.

Para capacitar o restante do time, ao longo de todo o ano passado foram realizadas treinamentos de letramento racial e sensibilização, incluindo as operações de varejo e franquias.

Ao todo, foram mais de 70 horas de formação focada no tema de Diversidade e Inclusão, destas 42 horas foram focadas na pauta racial, contemplando mais de 10.500 funcionários e franqueados até o momento.

No segundo semestre de 2022, a Arezzo&Co contratou a consultoria da especialista em Igualdade Racial, Patrícia Lima, que desenvolveu um trabalho de direcionamento das ações afirmativas do grupo.

Entre as ações tomadas desde então está a definição de metas de diversidade e a formação antirracista na moda para liderança e funcionários que tem carga horária de 12 horas.

“A sensibilização e letramento são ações contínuas, pois somente com o conhecimento é que vamos avançar na agenda”, diz Suelen Joner, líder de Sustentabilidade da Arezzo&Co,

Outra grande iniciativa afirmativa em andamento é o programa de estágio focado para pessoas negras. Ele teve início em outubro e disponibilizou 30 vagas de estágio em diversas áreas do corporativo de São Paulo e Rio Grande do Sul.

O programa terá duração de 12 meses e oferece formação técnico-comportamental, além de mentoria de carreira e acesso a uma trilha de desenvolvimento focada nos temas mais relevantes para o mercado de trabalho.

“Estamos investindo e nos estruturando em uma série de ações afirmativas, com metas e estratégias para atingi-las, com um time dedicado a esta frente, para que a inclusão aconteça de dentro para fora e de forma genuína”, afirma Suelen.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.