Scroll Top
Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
O que não falar em uma entrevista de emprego, segundo ex-recrutador do Google
Nolan Church diz que tentar mostrar perfeição soa muito ruim
Por Exame | Tempo de leitura: 2 min
(Imagem criada por inteligência artificial)

Há várias táticas que você pode empregar para impressionar numa entrevista de emprego. Falar ao recrutador o que o entusiasma na função mostra que você está genuinamente interessado na oportunidade.

É muito bom também você perguntar qual problema pode resolver logo no primeiro dia para começar a se preparar quando for contratado. Sempre sorria enquanto o recrutador estiver falando para mostrar que você é confiante.

Mas é claro que existem comportamentos que você deve evitar a qualquer custo. Na verdade, “grandes sinais de alerta”, segundo Nolan Church, ex-recrutador do Google e CEO da empresa de dados salariais FairComp, falou ao site da CNBC.

‘Eu trabalho demais’ ou ‘Sou perfeccionista’

Para começar, quando o entrevistador perguntar em que você pode melhorar, não use frases que façam parecer que você acha que não tem nada a aprender. Lembre-se: a empresa não está te contratando para ser perfeito, mas sim para executar bem as funções e crescer com o time.

Em vez de frases vazias, Church recomenda dar um exemplo de um erro que você cometeu, o que aprendeu com ele e como melhorou no futuro.

Não transfira a culpa a ninguém

Não diga nada negativo sobre as pessoas com quem você trabalhou. Quer se trate de um ex-colega, gerente ou empresa, “qualquer coisa que transfira a culpa de você para outra pessoa” soa mal, diz Church.

“As pessoas com quem você quer trabalhar assumem total propriedade e responsabilidade pelo que fizeram no passado”, diz ele, mesmo que você tenha feito besteira. Assumir a responsabilidade indica que você é humilde o suficiente para admitir que não é perfeito e que está disposto a aprender com seus erros e melhorar.

‘Não sei’

Por fim, evite responder às perguntas com “não sei”. Quando o ex-recrutador do Google ouve isso, pensa: “Ok, então, tipo, a conversa acabou? Você não vai resolver esses problemas?”

Especialmente no que diz respeito aos jovens que estão começando suas carreiras, é possível que você não tenha muita experiência ou anedotas para usar e dar exemplos concretos do que conseguiu realizar. Nesses casos, “não há problema em dizer: ‘Não sei, mas é assim que eu descobriria'”, diz ele. Dê alguns exemplos de como você lidaria com o problema hipoteticamente para mostrar que você seria proativo para seguir em frente.

Em última análise, se você conseguir o emprego, “estamos pagando você para resolver esse problema” que eles estão apresentando, lembra Church. Mesmo na entrevista, você terá de provar que pode fazer isso.

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.