Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Ex-funcionária processa Facebook por discriminação de gênero
Page/Post Excerpt

exame

Uma ex-funcionária do Facebook entrou com uma ação na Justiça contra a empresa por discriminação de gênero e raça. O caso foi apresentado nesta semana à Corte Superior de San Mateo, na Califórnia (EUA).

Chia Hong, segundo o site americano “ArsTechnica”, foi contratada para trabalhar na rede social como gerente de programa e, posteriormente, transferida para o cargo de parceira de tecnologia para dar apoio à equipe de TI. Na nova função, segundo a denúncia, ela teria sido rebaixada diversas vezes por ser mulher.

Certa vez, ao pedir dispensa para buscar o filho na escola, Hong disse ter sido questionada “por que simplesmente não ficava em casa para cuidar das crianças.” Ela também relata ter sido “condenada a organizar festas e servir bebidas aos colegas do sexo masculino”. Apesar de não fazer parte de suas obrigações profissionais, seu superior a chamava de “cumpridora de ordens”.

Ao reclamar do assédio, em outubro de 2013 Hong foi demitida e substituída por um homem “menos qualificado”, de acordo com a ação judicial. A medida é contra o Facebook e outros 31 funcionários da empresa.

Hong está sendo representada pelo escritório de advocacia Lawless and Lawless.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.