Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
A etiqueta profissional do “beijinho” nos países latinos
Page/Post Excerpt

Exame

É melhor apertar a mão ou dar um beijo no rosto num contexto de trabalho? A resposta varia conforme a geografia.

Num cenário marcado pela globalização, conhecer as peculiaridades culturais de cada país é fundamental para criar vínculos, evitar gafes e até garantir oportunidades profissionais.

A partir de informações da IMS, empresa de marketing e mídia com foco na América Latina, apresentamos um breve guia da cultura dos cumprimentos em alguns países hispânicos e em três estados brasileiros.

Veja, a seguir, um apanhado geral – com direito a exceções – sobre a matemática dos “beijinhos”:

1 Chile

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Beijos no rosto são comuns em qualquer contexto. O cumprimento costuma ser feito entre mulheres ou entre uma mulher e um homem. Dois homens não se cumprimentam com um beijo no rosto.

2 Argentina

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Tanto homens quanto mulheres trocam beijos no rosto em situações profissionais ou não. Em algumas províncias argentinas, homens se cumprimentam com um aperto de mão, um abraço e um beijo, um depois do outro.

3 México

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Não.

Como se cumprimentar então? Se o contexto é de trabalho, homens e mulheres trocam apertos de mão.

Costume: O beijo no rosto só é hábito entre pessoas com mais intimidade. Homens costumam se abraçar e dar tapas nas costas um do outro.

4 Colômbia

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: A regra do beijo só vale para o cumprimento entre duas mulheres ou entre uma mulher e um homem. Dois homens não trocam beijos no rosto. Quando a situação é formal, é melhor se restringir ao aperto de mãos em qualquer caso.

5 Venezuela

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Não.

Como se cumprimentar então? Somente apertos de mão são aceitos em situações de trabalho.

Costume: Dar um beijo na bochecha só é comum entre familiares ou amigos muito próximos.

6 Peru

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Como no caso do Chile, é aceito trocar beijos para cumprimentar colegas de trabalho, familiares ou amigos. Culturalmente, a prática não é comum entre dois homens.

7 Brasil – São Paulo

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Profissionalmente, um homem e uma mulher, ou duas mulheres, podem trocar beijos no rosto. Esse cumprimento só ocorre entre homens que sejam familiares ou amigos muito próximos.

8 Brasil – Rio de Janeiro

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Dois, um em cada bochecha.

Costume: Em situações de trabalho, dois homens não costumam trocar beijos. O mesmo não vale se a dupla for composta por duas mulheres ou por um homem e uma mulher.

9 Brasil – Minas Gerais

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um ou três são mais frequentes. No segundo caso, alternando as bochechas.

Costume: Como no Rio e em São Paulo, contextos de trabalho aceitam o beijo no rosto se a interação for entre duas mulheres ou entre um homem e uma mulher. A prática só acontece entre dois homens se a situação não for profissional, e quando há relação de proximidade.

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.