Scroll Top
Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Estes são os empregos que mais geram infelicidade, segundo Harvard
Estudo analisou mais de 700 profissionais e determinou fatores que influenciam a alegria ou felicidade no trabalho
Por Valor | Tempo de leitura: 2 min
(Pexels)

O trabalho – ou a falta dele – pode influenciar diversos aspectos da nossa vida. Realização, sucesso e evolução são algumas palavras associadas do mundo do trabalho. Outras experiências, no entanto, podem não ser tão positivas e gerar sentimentos como frustração e infelicidade.

Para identificar as áreas que mais causam desconforto nos trabalhadores, a Universidade de Harvard conduziu um estudo de 85 anos, com mais de 700 profissionais de diferentes partes do mundo.

O entrevistados foram questionados, a cada dois anos, sobre o andamento de suas vidas profissionais. O objetivo do estudo, realizado desde 1938, é determinar quais fatores são capazes de aumentar ou diminuir a felicidade no trabalho.

De acordo com a pesquisa, as atividades que envolvem tarefas solitárias e sem interação social são as que geram maior insatisfação, quadro que se agrava quando a função envolve rotatividade e horários noturnos.

Com base nas respostas, a Universidade de Harvard listou sete tipos de empregos que mais geram infelicidade nos trabalhadores:

  • Entregadores
  • Motoristas de caminhões de longa distância
  • Guardas de segurança
  • Trabalhos com horários noturnos, como vigilantes e porteiros
  • Trabalhos remotos
  • Atendimento ao cliente
  • Comércio varejista

A lista também inclui trabalhos que oferecem serviço ao cliente devido às interações negativas. Trabalhadores de call center, por exemplo, passam muitas horas ao telefone com clientes insatisfeitos e impacientes.

A pesquisa ressalta que manter boas relações interpessoais no trabalho pode ajudar a minimizar o sentimento de solidão e aliviar o estresse. Os resultados indicam que o trabalho em equipe é importante não apenas para a produtividade, mas também para o bem-estar dos funcionários.

Como melhorar o ambiente de trabalho?

O estudo também ajuda a mapear atitudes que podem alavancar a qualidade de vida do trabalhador. São elas:

  • Desenvolver vínculos com colegas de equipe. Isso pode ajudar a trabalhar de forma mais inteligente e a elevar seu humor.

  • Tentar encontrar colegas de trabalho que compartilhem seus interesses. Uma sugestão é formar um grupo com eles, coomo um clube do livro ou uma comunidade de jogos.

  • Não ter medo de pedir ajuda ou orientação. Além disso, também estar pronto para ajudar os outros.

  • Na hora de procurar um emprego, tentar encontrar locais de trabalho onde a comunicação com os colegas de equipe sobre assuntos não relacionados ao trabalho seja permitida.

  • Se o gerente ou a cultura do trabalho valorizar o trabalho em equipe, isso se tornará muito mais fácil.

Qual o papel do líder?

O professor destaca que o papel do líder também é fundamental para incentivar o trabalho em equipe e, com isso, facilitar a construção de relações interpessoais.

“O mesmo não acontece se o esperado é que o funcionário trabalhe sempre sozinho ou que entre em competição com os colegas”, afirmou o pesquisador.

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.