Scroll Top
Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
CNU: Enem dos Concursos será dia 18 de agosto, veja dicas de como se preparar nesta reta final
Entre os pontos de atenção para este concurso, está o local da prova que os candidatos precisarão checar a partir do dia 7 de agosto
Por Exame | Tempo de leitura: 2 min
(Imagem criada por inteligência artificial)

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos divulgou nesta quinta-feira, 23, uma nova data para o Concurso Nacional Unificado: será dia 18 de agosto.

A prova reunirá mais de 2,1 milhões de candidatos e oferecerá 6.640 vagas para 21 órgãos da administração pública federal. Em breve o cronograma completo será divulgado.
Em nota, a pasta afirma que após o adiamento causado pelo desastre no Rio Grande do Sul, todos os 18.757 malotes de prova foram recolhidos em todo o Brasil para um local seguro. Os malotes foram checados, um a um, por membros da rede de segurança, e foi identificado que não houve qualquer violação.

Atenção ao local da prova

Os candidatos terão de acessar novamente os cartões de prova, para confirmar se o local de prova foi mantido ou alterado. O cartão de confirmação de inscrição do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), com os detalhes sobre os locais de provas, será divulgado no dia 7/agosto. O documento estará disponível na Área do Candidato, mesma página da Internet em que a pessoa fez a inscrição.

Dicas para estudar para o CNU nesta reta final

Para quem deseja se sair bem no CNU e seguir carreira pública, Victor Tanaka, especialista em concursos públicos do Estratégia Concursos, traz algumas dicas:

Estude muitas questões da banca Cesgranrio (banca do concurso)

A tendência é que a banca repita a maneira de cobrança de conteúdos anteriores, nem que seja a maneira interpretativa da questão.

“É fundamental a resolução de muitas questões da banca Cesgranrio. E, ao mesmo tempo, aliar com revisões periódicas. Nesses três meses, que não deixam de ser uma reta final, eu recomendo menos aquela revisão do dia seguinte e mais aquela revisão semanal ou por blocos. Por exemplo, no final de semana revisar o conteúdo que viu durante a semana toda”, diz Tanaka.

Faça uma revisão geral na última semana

Durante esses três meses, se prepare para a revisão geral. Na revisão por blocos, por exemplo, o professor sugere que depois de três ou quatro aulas vistas, que o candidato aproveite de uma a duas horas para revisar as quatro aulas de uma vez.

“Chegando mais perto da prova, na semana anterior, por exemplo, recomendo tentar trabalhar uma revisão geral de todo o conteúdo estudado até o momento. Essa revisão geral é fundamental para relembrar os pontos mais relevantes.”

Atenção nas matérias que são inéditas

Uma outra dica do professor é aproveitar esse período para trabalhar muito a atenção nas matérias que são inéditas, conteúdos que o aluno nunca viu e que têm um peso maior.

“Dentro de cada eixo, há algumas matérias e tópicos que são inéditos, ao mesmo tempo que têm um peso grande na prova. Então, recomendo ficarem atentos aos tópicos que têm ligação direta com o bloco escolhido e aproveitar muito para absorver esse conteúdo nesses últimos meses.”

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.