Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
CEO da P&O Ferries é eleito o pior chefe do mundo
Peter Hebblethwaite demitiu quase 800 funcionários em uma reunião pré-gravada no Zoom e contratou novos empregados com salários mais baixos
Por Forbes | Tempo de leitura: 2 min
(Twitter/@etuc_ces)

O CEO da empresa britânica P&O Ferries, Peter Hebblethwaite, foi eleito o “pior chefe do mundo”. Em março, Hebblethwaite demitiu cerca de 800 funcionários da noite para o dia em uma reunião pré-gravada no Zoom e contratou novos empregados com pagamentos abaixo do salário mínimo britânico. 

O executivo foi eleito em votação popular online com 39% dos 3.711 votos registrados, e anunciado hoje (21) em um congresso da CSI (Confederação Sindical Internacional), em Melbourne, na Austrália, onde cerca de mil sindicalistas de 122 países se reuniram.

Além de  Hebblethwaite, os outros candidatos a pior chefe do mundo eram Jeff Bezos, dono da Amazon, que ficou em segundo lugar com 25% dos votos, Alan Joyce, da companhia aérea australiana Qantas, com 20%, Ahmed bin Saeed Al Maktoum, CEO da Emirates, Howard Schultz, do Starbucks, e Gina Rinehart, da empresa australiana de mineração Hancock Prospecting. “Os seis finalistas de 2022 administram empresas com modelos de negócios que exploram os funcionários por meio de salários baixos e empregos incertos” diz uma publicação da Confederação. Segundo a CSI, eles usaram a crise da pandemia para aumentar seus lucros, em vez de assumir a responsabilidade por seus funcionários.

Stephen Cotton, secretário-geral da Federação Internacional dos Trabalhadores em Transporte, lembrou que Hebblethwaite, eleito agora o pior chefe do mundo, já havia sido o pior empregador da Europa pelo Congresso da Federação Europeia dos Trabalhadores de Transportes em maio. Ele também teve que deixar o painel de um evento da indústria nos EUA depois que uma carta do presidente do Comitê de Transporte e Infraestrutura da Câmara americano pediu que ele fosse removido.

Em 2018, Michael O’Leary, CEO do Grupo Ryanair, foi eleito o pior chefe e, em 2014, foi Jeff Bezos, da Amazon. 

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.