Scroll Top
Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
Brasileiros conquistam tetracampeonato na Olimpíada Internacional de Economia na Grécia
Os cinco estudantes brasileiros trazem na mala três medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze, além do troféu de melhor país
Por Exame | Tempo de leitura: 3 min
(Arquivo Pessoal/Divulgação)

A equipe brasileira conquistou, no dia 1 de agosto, o tetracampeonato da Olimpíada Internacional de Economia (International Economics Olympiad, ou IEO), na Grécia. A competição, que é a mais tradicional do gênero no mundo, visa incentivar o estudo das ciências econômicas no Ensino Médio através de uma competição em que os participantes resolvem problemas nas áreas de Economia, Finanças e Negócios.

Fazem parte do time brasileiro campeão: Leonardo Zanetti Souza, Pedro Porto de Carvalho Nunes, Lucas Monteiro Rivelli, Luiz Filipe Peres e Renato Timoteo Wanderley. Eles trazem na mala três medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze, além do troféu de melhor país.

Na soma de pontuações, o time Brasil ficou na primeira posição geral, entre os 47 países participantes da competição.

Este ano, 48% dos inscritos foram mulheres e 30% fizeram ensino médio em escola pública. Para Raphael Zimmermann, presidente da Olimpíada Brasileira de Economia (OBECON) e que integrou a delegação que esteve na Grécia, foi um orgulho poder mostrar ao mundo que o Brasil é uma potência nas áreas de economia, finanças e negócios.

“Estou muito feliz também pelas lideranças que estamos formando para o país, e que, em um futuro próximo, estarão à frente de governos, empresas e academia” comemora.

Como a prova é realizada?

Para chegar na Olimpíada Internacional, os estudantes passam pela primeira fase que acontece no Brasil por meio da Olimpíada Brasileira de Economia (OBECON), competição nacional que promove a educação financeira entre jovens de todo o Brasil e classifica os melhores talentos para a etapa mundial. Dessa prova, são escolhidos 45 finalistas durante a fase final.

A OBECON é realizada em três etapas. Depois de superar uma fase online em que demonstram seus conhecimentos gerais, os classificados fazem uma prova escrita com questões objetivas e dissertativas, também a distância. As questões envolvem Microeconomia, Macroeconomia, Finanças, Economia Comportamental, História Econômica, Atualidades e Negócios.

Na última etapa, recebem um business case feito pela Bain & Company para resolver em grupos. As propostas são avaliadas por uma banca de especialistas e cada participante recebeu uma nota com base em sua performance.

Qual é o histórico no Brasil na IEO?

Em 2019, a delegação brasileira tirou o primeiro lugar na final da 2ª edição da IEO, na Rússia, com parceria do BTG. Em 2022, o banco renovou a parceria com a Olimpíada Brasileira de Economia, com o time de estudantes brasileiros alcançando o segundo lugar na competição que aconteceu na China.

Quem são os vencedores da IEO deste ano?

A Olimpíada Internacional de Economia contou com 8 representantes brasileiros, sendo que cinco deles voltarão para casa com medalhas. Veja que são os ganhadores da IEO deste ano:

  • Pedro Porto de Carvalho Nunes, 18 anos – Medalha de Ouro: Nascido em Goiás, começou a se interessar por olimpíadas científicas no fim do ensino fundamental, ao participar de competições de matemática, astronomia e física.

  • Leonardo Zanetti Souza, 18 anos – Medalha de Ouro: Nascido em São Paulo, está no primeiro semestre do curso de Economia da FGV-EESP e tem interesse em atuar após se formar tanto no setor privado quanto no governo. Participou da olimpíada pela primeira vez em 2021, conquistando a medalha de bronze. Foi intensificando seus conhecimentos até este ano alcançar a primeira colocação na competição local.

  • Lucas Monteiro Rivelli, 16 anos – Medalha de Ouro: Nascido em Varginha (MG), está cursando o 2° ano do ensino médio na cidade de São José dos Campos-SP. É o integrante mais novo a fazer parte da delegação que foi para a Grécia. Sonha em trabalhar no mercado financeiro e, ao participar da OBECON, acredita ter conseguido adquirir conhecimentos e experiências que considera cruciais para sua trajetória profissional.

  • Luiz Filipe Perez Mendes, 18 anos – Medalha de Prata: Nascido no Rio, estudou no Cefet/RJ, colégio público federal durante o ensino médio. Hoje está cursando o primeiro semestre de Economia na FGV/EPGE, com bolsa integral de 100%. Participou duas vezes da olimpíada até conquistar a vaga na delegação que foi para Grécia.

  • Renato Timoteo Wanderley, 18 anos – Medalha de Bronze: Nascido em Recife, está no último ano do Colégio Militar do Recife, que pertence à rede pública federal. Já participou anteriormente da OBECON e pretende cursar faculdade de Economia no próximo ano.

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.