As 50 empresas com funcionários mais satisfeitos no Brasil

exame

A partir das opiniões de 160 mil profissionais, o site de carreira Love Mondays divulga, em primeira mão para EXAME.com, um ranking inédito com as 50 empresas que têm os funcionários mais felizes e satisfeitos no Brasil.

A lista das empresas tem como base os índices de satisfação geral de funcionários, que seguem uma escala de 1 a 5, em que 1 representa muito insatisfeitos e 5, muito satisfeitos. Todas as opiniões são espontâneas, portanto, diz a CEO do Love Mondays Luciana Caletti, autênticas.

Para o ranking foram consideradas as empresas com mais de 50 avaliações publicadas. Além da nota geral, também é possível verificar satisfação em relação a remuneração, benefícios, oportunidades de carreira, cultura da empresa e qualidade de vida. Há ainda a porcentagem de funcionários que recomendariam a empresa a um amigo ou colega de profissão.

Com 4,42 de nota de satisfação geral, a Takeda Brasil, do setor farmacêutico, conquistou o primeiro lugar. Do mesmo setor parte a segunda colocada, Laboratórios Sabin, com índice de satisfação geral de 4,39.

Em comunicado, Ricardo Marek, presidente da Takeda no Brasil e na América Latina, diz que o primeiro lugar indica que a empresa está no caminho certo no que diz respeito a engajamento, paixão por desafios e liderança com confiança e respeito.

Empresas dos segmentos farmacêutico, TI e telecomunicações, construção e bens de consumo representam mais da metade das companhias da lista. Ao todo, 19 setores da economia entraram no ranking. Confira as 50 empresas mais bem avaliadas pelos seus funcionários:

EmpresaSatisfação Geral dos Colaboradores

1

Takeda Brasil (Farmacêutica e Saúde)
4.42

2

Laboratório Sabin (Farmacêutica e Saúde)
4.39

3

MercadoLivre (TI e Telecom)
4.28

4

Anglo American (Metalurgia e Mineração)
4.28

5

Bayer (Farmacêutica e Saúde)
4.26

6

Aurora (Bens de Consumo)
4.24

7

Grupo Petrópolis (Bens de Consumo)
4.23

8

Netshoes (Varejo)
4.22

9

Construtora Andrade Gutierrez (Construção e Engenharia)
4.21

10

Iguatemi Shopping Centers (Construção e Engenharia)
4.19

11

Kimberly-Clark Brasil (Bens de Consumo)
4.19

12

Amaggi (Agropecuária)
4.17

13

Johnson & Johnson (Bens de Consumo)
4.15

14

Concentrix (Serviços a Empresas)
4.14

15

SAP (TI e Telecom)
4.14

16

Supergasbras (Energia)
4.13

17

Timac Agro (Agropecuária)
4.12

18

Microsoft (TI e Telecom)
4.11

19

Mars (Bens de Consumo)
4.1

20

Monsanto (Agropecuária)
4.1

21

Eurofarma (Farmacêutica e Saúde)
4.09

22

GlaxoSmithKline GSK (Farmacêutica e Saúde)
4.08

23

Chilli Beans (Varejo)
4.07

24

Algar Telecom (TI e Telecom)
4.07

25

Roche (Farmacêutica e Saúde)
4.07

26

John Deere (Manufatura industrial)
4.06

27

Furnas (Energia)
4.06

28

Odebrecht (Construção e engenharia)
4.05

29

Promon Logicalis (TI e Telecom)
4.05

30

Porto Seguro (Serviços financeiros)
4.03

31

Akzo Nobel (Químico)
4.03

32

Goodyear (Automotivo)
4.03

33

Alcoa (Metalurgia e mineração)
4.03

34

Eli Lilly (Farmacêutica e saúde)
4.03

35

Petrobras (Energia)
4.02

36

BASF (Químico)
4.02

37

Unidas (Serviços ao consumidor)
4.02

38

Camargo Corrêa (Construção e engenharia)
4.01

39

Hospital Albert Einstein (Farmacêutica e saúde)
4.01

40

OAS (Construção e engenharia)
4.01

41

Natura (Bens de consumo)
3.99

42

Souza Cruz (Bens de consumo)
3.99

43

FMC Technologies (Manufatura industrial)
3.99

44

Novartis (Farmacêutica e saúde)
3.99

45

Cargill (Agropecuária)
3.99

46

Globosat (Mídia e comunicação)
3.98

47

Hortifruti (Varejo)
3.98

48

UTC Engenharia (Construção e engenharia)
3.97

49

Braskem (Químico)
3.97

50

Oracle (TI e Telecom)
3.97

Notícias relacionadas

Deixe um comentário