Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
7 problemas que você precisa eliminar agora da sua redação
Page/Post Excerpt

exame

Aperfeiçoar a redação não deve ser uma preocupação exclusiva de vestibulandos, concurseiros ou profissionais de comunicação.

Afinal, pessoas capazes de escrever de forma clara e objetiva, em bom português, são procuradas e valorizadas em qualquer área de atuação – até a mais técnica.

A qualidade da comunicação no trabalho é diretamente proporcional à produtividade, afirma Rosângela Cremaschi, professora de comunicação escrita da FAAP e consultora de comunicação empresarial da RC7.

Textos confusos, prolixos ou repetitivos acarretam perda de tempo – o que, no limite, significa prejuízo financeiro para o seu empregador.

Um efeito mais subjetivo, mas não por isso menos grave, diz respeito à sua reputação profissional.

Você já pensou no número de pessoas com quem você entra em contato apenas por escrito no trabalho? Se a sua redação é ruim, a sua imagem perante os outros provavelmente não é muito diferente disso.

“E-mails mal escritos, por exemplo, podem prejudicar muito a forma como um profissional é visto por seus pares, e até como a sua empresa é percebida pelo mercado”, diz Fabiano Ormaneze, consultor de redação do CPDEC (Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Educação Continuada).

Não quer passar vergonha? Veja a seguir 7 problemas muito frequentes em textos empresariais – e como extingui-los da sua comunicação daqui para a frente:

1 Erros de concordância

Você já recebeu um e-mail que começava com a frase “Segue anexo os modelos…”? Segundo a professora Rosângela, muitos profissionais se atrapalham com a concordância verbal (o correto seria “seguem”, no exemplo dado) e nominal (o certo é “anexos”). Outro erro frequente é flexionar no plural os verbos “haver” (quando o sentido é o mesmo de existir) e “fazer” (no sentido temporal), como em “Fazem dois dias” e “Houveram processos”. A norma culta indica o uso de “faz” e “houve”, respectivamente.

2 Pontuação incorreta

Vírgulas e pontos finais não são enfeites: eles são ferramentas básicas para construir o sentido de um texto. Apesar disso, o mau uso desses sinais é um problema crônico em textos corporativos. “Um erro grave e comum é colocar vírgula entre sujeito e predicado, ou entre o verbo e seus complementos”, diz Rosângela.

3 Prolixidade

Se você não planeja o que vai escrever, há um risco grande de se atrapalhar e dar muitas explicações sobre detalhes irrelevantes. A dica do professor Fabiano é parar para refletir sobre o objetivo da sua mensagem antes de começar a digitar. Além disso, prefira frases curtas para economizar o tempo alheio e reduzir o potencial de mal-entendidos.

4 Termos obscuros

Siglas, jargões, nomes técnicos, expressões em inglês – todos esses elementos precisam ser eliminados do seu texto se o seu receptor não tiver familiaridade com eles. A recomendação é especialmente importante para a comunicação entre áreas ou departamentos diferentes, diz Fabiano, já que que os interlocutores podem não ter o mesmo repertório.

5 Uso inadequado do vocabulário

Para evitar gafes e equívocos, é obrigatório ter certeza do significado ou da grafia de uma palavra antes de incluí-la na sua redação. De acordo com Rosângela, há muita confusão entre as expressões “estar a par” e “estar ao par”, por exemplo. Enquanto a primeira significa “estar ciente”, a segunda indica equivalência entre duas moedas.

6 Falta de sequência lógica

Para a professora Rosângela, um texto só é coerente quando conta com começo, meio e fim – sem contradições ou mudanças bruscas do pensamento. A lógica da sua mensagem também depende de palavras ou expressões que estabeleçam a transição de ideias, tais como pronomes, advérbios e conjunções.

7 Redundâncias

Por mais que você deseje enfatizar uma informação, é bom tomar cuidado com repetições e pleonasmos. Além de desperdiçar o tempo do leitor, esse tipo de deficiência pode depor contra a sua imagem profissional. “Erros como esse, assim como falta de acentos ou erros de digitação, não comprometem tanto a mensagem, mas prejudicam a sua reputação e também a do seu empregador”, afirma Fabiano.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.