Av. Senador Lemos, Umarizal, Belém/Pará
5 aplicativos para encontrar o emprego perfeito
Page/Post Excerpt

Info

Quem pensa que para encontrar um novo emprego basta escolher a área de atuação está muito enganado. Ao buscar um local para trabalhar, o profissional deve considerar se a empresa para onde está indo se identifica com seu perfil, seus valores e objetivos.

O mesmo vale para os recrutadores, que querem encontrar o talento perfeito para cada vaga de acordo com as políticas da organização.

Além disso, a frieza como os processos seletivos são tratados muitas vezes pode fazer com que o profissional se dedique a uma vaga em uma companhia que nada tem a ver com suas expectativas.

Afinal, como saber se a companhia tem um ambiente mais descontraído, mais corporativo, se o seu escritório é adequado para o trabalho e se ele fica próximo de onde você mora?

Pensando nisso, muitos empreendedores partiram para a lógica dos sites e apps de paquera: eles querem dar um ‘match’ entre companhias e profissionais e trazer mais harmonia aos ambientes de trabalho.

“Se você erra na porta de entrada da sua empresa, o prejuízo depois pode ser enorme”, afirma a empreendedora Isabella Arruda Botelho, criadora da plataforma Pin People.

Para te ajudar a conseguir o trabalho perfeito, selecionamos 5 opções de aplicativos e sites específicos para buscar oportunidades de trabalho pelo país de acordo com seu perfil. Confira, clicando nas setas laterais:

[slider slider_height=”450″ image_resize=”false” image_crop=”true” flex_slider_effect=”slide” slider_timeout=”60″]
[slide title=”GoTalent” img_url=”http://assets2.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542604/size_810_16_9_gotalent-20150730100824.jpg” link=””]Com foco no recrutamento personalizado para profissionais de TI, a GoTalent foi criada em 2014.
Como funciona: o candidato cadastra todas as suas competências no serviço e o tipo de vaga que deseja buscar (estágio, trainee, júnior, pleno, etc.).
A GoTalent, então, cruza as informações do usuário com as oportunidades compatíveis com seu perfil em uma espécie de “match”, o qual mostra o nível de identificação daquele profissional com o emprego de 0 a 100%. Caso a pessoa se interesse em disputar a vaga, ela se inscreve no próprio site e a entrevista poderá ser feita por videochamada.[/slide]
[slide title=”Emprego Ligado” img_url=”http://assets2.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542605/size_810_16_9_empregoligado-20150730101527.JPG” link=””]A proposta do Emprego Ligado é fazer com que pessoas de baixa renda não precisem mais se deslocar tanto para trabalhar. Com o aplicativo para Android, mesmo aqueles que não possuem computador conseguem receber vagas de emprego pelo próprio celular.
Como ele funciona: o usuário se cadastra pela página da web ou pelo celular. É preciso informar o grau de escolaridade e as áreas de trabalho de maior interesse – que pode ser desde telemarketing até construção e restaurantes. Depois, o candidato passa a receber e visualizar vagas de acordo com sua cidade e localização atual e pode agendar entrevistas.[/slide]
[slide title=”Worker Hunt” img_url=”http://assets3.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542606/size_810_16_9_workerhunt-20150730102018.JPG” link=””]Depois de 18 anos morando no Brasil, o empreendedor Osama Khozondar, de São Paulo, percebeu a dificuldade que tinha para encontrar funcionários qualificados para seus negócios, então ele teve a ideia de lançar o aplicativo Worker Hunt, a fim de facilitar a busca por profissionais em qualquer área de atuação.
Como ele funciona: o profissional se cadastra pelo site ou aplicativo. Depois de atualizar o currículo, os dados do usuário ficarão disponíveis para consulta de empresas em busca de talentos nas proximidades. Também há recursos para indicações de pessoas, anexo de portfólio e galeria de fotos.[/slide]
[slide title=”Biz.u” img_url=”http://assets0.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542607/size_810_16_9_885x664-bizu-20150730102248.jpg” link=””]Cansados da maneira fria como muitos sites de vagas tratam os processos seletivos, os empreendedores Wagner Andrade, Fellipe Bazilio e Rafael Chaves resolveram criar um novo modelo de recrutamento que conectasse profissionais e empresas de acordo com suas personalidades.
Como funciona: o candidato se cadastra a partir do e-mail, Facebook ou LinkedIn e deve preencher uma pequena pesquisa com perguntas sobre comportamento.
Depois de responder, o usuário recebe os chamados “Arquétipos pessoais”, que funcionam como qualidades-chave que são comparadas às da empresa.[/slide]
[slide title=”Pin People” img_url=”http://assets3.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542608/size_810_16_9_pinpeople1-20150730103808.JPG” link=””]Inspirada no site de relacionamentos eHarmony, Pin People é uma forma interessante de conectar profissionais e vagas no Brasil.
Como funciona: o profissional deve preencher um questionário, informando suas preferências sobre estilos de trabalho e valores.
A empresa, por sua vez, envia um formulário para que seus funcionários preencham. São eles quem contarão como a empresa é no dia-a-dia. Essas respostas são consolidadas e a empresa passa a ter seu perfil na Pin People.
É a partir do cruzamento desses dados o site irá encontrar um local compatível com o que o internauta ou a companhia procuram no mercado. [/slide]
[/slider]

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.