Pesquisa inglesa diz qual curso superior fazer para ser um bilionário

Por Estadão

Se você quer ganhar dinheiro de verdade no mercado de trabalho, então deveria considerar uma passagem anterior por uma faculdade de engenharia. Essa, pelo menos, é a recomendação feita pela Approved Index, uma plataforma online que auxilia empresas a formar sua cadeia de suprimentos na Inglaterra.

A empresa acaba de divulgar um estudo bastante interessante. Ela examinou a lista da Forbes com as 100 pessoas mais ricas do mundo e cruzou com os dados de formação dessas personalidades. O resultado é que a maioria, representada por 22% dos bilionários, concluiu o curso de engenharia na universidade.

Uma educação em negócios, como administração de empresas, ajudou 12% dos plutocratas do planeta a levantar suas fortunas. Enquanto que 9% estudaram temas relacionados às artes ou às ciências humanas. Chama a atenção o fato de que apenas 2% dos seres humanos mais ricos do mundo serem advogados, a mesma proporção de matemáticos e cientistas na lista.

Além da quantidade, os engenheiros ganham também em qualidade nesse levantamento. Isso porque a fortuna detida pela categoria é também destacadamente superior que o de seus pares: US$ 25,8 bilhões.

Em segundo lugar temos uma outra tremenda curiosidade, a presença dos figurões que não possuem diploma de curso superior, donos de US$ 24 bilhões. Nessa lista enquadra-se, por exemplo, Bill Gates, o homem mais rico do mundo, com uma fortuna de cerca de US$ 79 bilhões, mas que abandonou sua graduação em Havard. Exatamente como o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, a pessoa mais jovem no top 100 da Forbes e dono de um patrimônio líquido de US$ 33.4 bilhões.

Ainda segundo a pesquisa, o mercado financeiro é certamente o destino preferido para se fazer dinheiro no mundo. Mais de 19% dos bilionários do mundo são do mundo bancário. Os conglomerados industriais ainda têm seu valor, com 12,1 dos bilionários do mundo, e o mercado imobiliário é a atividade fim de 7,1% dos figurões.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário