Os profissionais mais felizes e os mais tristes

O Globo

Você tem ideia de quais são os segmentos que têm os funcionários mais felizes? E os mais tristes? Para descobrir, o site americano CareerCast, especializado em debater vários aspectos do mundo corporativo, computou 9.800 opiniões geradas por seus usuários. No questionário, o site solicitou que os profissionais avaliassem seu nível de felicidade em uma escala de um a cinco, em oito categorias diferentes, que vão do gestor direto à cultura da empresa. Confira na nossa lista quais os profissionais mais e menos satisfeitos.

Mais felizes

1 Desenvolvimento de software

O profissional que trabalha na área é o mais feliz de todos. A categoria recebeu a pontuação de 4.014.

2 Rádio e TV

Esses profissionais aparecem em segundo lugar como os mais felizes, com 3.978 pontos.

3 Educação

Profissionais desta área aparecem na terceira posição do ranking da felicidade. A pontuação ficou em 3.954.

4 Gestão de empresas

Quem trabalha na área aparece na quarta posição em “felicidade”, com 3.898 pontos.

5 Cinema

Os profissionais que trabalham com cinema aparecem na quinta posição. A pontuação foi de 3.846.

Mais tristes

1 Administração

Os profissionais da área são os mais tristes, segundo a pesquisa da CareerCast. A pontuação foi de 3.304.

2 Comércio atacadista

Quem trabalha na área tem o segundo maior índice de “tristeza”, com 3.332 pontos.

3 Mercado imobiliário

Com 3.338 pontos, os profissionais que trabalham no mercado imobiliários aparecem na terceira posição.

4 Comércio varejista

Na quarta posição do ranking de tristeza, os profissionais da área receberam 3.474 pontos.

5 Serviços de alimentação

Quem trabalha neste segmento são os mais tristes, segundo a pesquisa, com um total de 3.486 pontos.

Deixe um comentário