Os 6 profissionais técnicos mais procurados pela indústria

exame

Se as novas vagas na indústria sumiram, as oportunidades de substituição de profissionais mantém a demanda por técnicos em alta. A informação parte da consultoria Page Personnel, que viu a procura por alguns cargos técnicos aumentar 15% nos quatro primeiros meses do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

“Apesar de haver movimentos de demissão, as indústrias não pararam e o Brasil tem um volume de operação que independe do cenário econômico atual”, diz Ricardo Haag, diretor da Page Personnel. E, se a indústria automotiva, de telecom e da construção civil têm menos oportunidades agora, outras vão melhor, como é o caso da indústria de bens de consumo.

De acordo com ele, a empregabilidade no setor industrial é boa (agora) para um tipo específico de profissional técnico: com boa formação, disponibilidade para viagens e muita disposição para entregar resultados em tempos de incerteza. E, no caso de multinacionais, domínio de inglês conta (e muito) a favor.

Experiência prévia? A maioria das oportunidades é, sim, para os técnicos mais experientes, que chegam a ganhar até 8 mil reais de salário. Mas os novatos também têm espaço no mercado, diz Haaag. “São 70% das vagas para quem já tem experiência e 30%, para quem está em começo de carreira”. Para os mais jovens, os salários começam na casa dos 3 mil reais.

Veja a seguir quais são os 7 técnicos mais disputados da indústria brasileira, segundo a Page Personnel:

1. Técnico em automação industrial

Responsável pela implementação de processos de automação industrial, este profissional tem sido muito procurado por indústrias interessadas em otimização de processos. Empregabilidade é boa em geral na indústria, mas o destaque fica com as oportunidades em indústrias químicas, metal-mecânica e de alimentos.

2. Técnico em mecatrônica

Indústrias com máquinas e equipamentos complexos são o principal campo de trabalho para os técnicos em mecatrônica. “ Profissional encontra oportunidades em indústrias de capital intensivo com alto índice de sofisticação técnica de maquinário. É um cargo que tem ligação com robótica ”, diz Ricardo Haag, diretor da Page Personnel.

3. Técnico em eletroeletrônica

Também em alta, o técnico em eletroeletrônica é mais buscado também em indústrias mais sofisticadas. Sua função é implementar processos em sistemas elétricos.

4. Técnico em qualidade

Embora seja necessário em todos os ramos da indústria, há mais oportunidades nas fabricantes de alimentos, segundo Ricardo Haag, diretor da Page Personnel. Técnicos em qualidade fazem o monitoramento e dão garantia ao processo produtivo.

5. Técnico em logística

Há tempos que área de logística marca presença em listas de áreas promissoras. “A demanda por profissionais de logística é bem representativa”, diz Ricardo Haag. Quanto mais complexa é a operação logística da indústria, mais oportunidades surgem para os técnicos.

6. Técnico em mecânica

Também muito demandado em indústrias de capital intensivo, o técnico em mecânica pode estar focado na operação de máquinas e equipamentos ou atuar na área de vendas e pós-vendas. Destaque para este segundo campo de atuação. “No mês passado, batemos recorde em posições comerciais na indústria”, diz Ricardo Haag, da consultoria Page Personnel. Segundo ele, há um movimento de reforço de times comerciais e o foco é qualificação das equipes.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário