Lava Jato pode estar mudando os sonhos de carreira de engenheiros

exame

As investigações da Lava Jato e a crise (econômica e de reputação) que abalaram as principais empresas do setor de engenharia já começam a ter reflexos mensuráveis nas aspirações de carreira dos profissionais do ramo.

Levantamento realizado pela consultoria Universum com 1.083 engenheiros para identificar as empresas preferidas por eles mostra que embora, a Petrobras ainda seja a primeira colocada a queda no percentual de engenheiros que a identificam como empregadora ideal é de 7 pontos. Resultado semelhante apresentou o estudo feito com os estudantes de engenharia brasileiros.

Para outra empresa implicada nas investigações, a Odebrecht, a queda no percentual refletiu diretamente no posicionamento da empresa no ranking: saiu do 2º lugar em 2015 para o 5º nesta edição.

“Como o centro da crise está ligado a empresas tradicionalmente de engenharia – construtoras, óleo e gás, mineradoras e outras; vemos que os engenheiros estão considerando um leque maior de opções e indústrias para seguirem suas carreiras”, diz Andre Siqueira, gerente responsável pela Universum no Brasil.

De acordo com a pesquisa, o número de indústrias que os engenheiros brasileiros consideram trabalhar aumentou bastante. Siqueira aponta para altas significativas em termos de atratividade na indústria de bens de consumo – materializada por empresas como Ambev, Unilever, Nestlé e Heineken, que, apesar de terem caído no ranking, subiram percentualmente – e na indústria automotiva – afetada pela crise, mas se recompondo e recuperando a atratividade. “Especialmente as menos afetadas pela crise – Honda e Toyota”, diz Siqueira.

O que torna uma empresa a empregadora ideal

O caminho livre para o crescimento profissional é o atributo mais valorizado em uma empresa pelos engenheiros entrevistados: 63,4% citaram essa qualidade.

Confira na tabela todos os atributos que foram citados por mais da metade dos engenheiros entrevistados pela Universum.

Atributos do empregador ideal % de engenheiros que escolheram essa qualidade
Caminho livre para o crescimento 63,40%
Treinamento e desenvolvimento 58,10%
Reconhecimento (meritocracia) 56,90%
Líderes que apóiam o desenvolvimento 56,90%
Boa referência para a carreira no futuro 50,80%

Agora, veja as 20 empresas preferidas pelos engenheiros brasileiros:

Empresa Posição no ranking 2016 % de engenheiros que escolheram a empresa em 2016 Posição no ranking 2015 % de engenheiros que escolheram a empresa em 2015
Petrobrás 20,72% 27,03%
Google 12,84% 13,40%
Governo Federal 12,16% 12,71%
Vale 11,28% 11,95%
Odebrecht 11,19% 15,58%
Ambev 8,66% 12º 6,53%
Votorantim 7,98% 7,94%
Camargo Corrêa 7,78% 8,59%
Toyota 7,78% 14º 6,26%
Andrade Gutierrez 10º 11,28% 10º 11,95%
Apple 11º 7,49% 11º 6,87%
Embraer 12º 7,39% 8,09%
BMW 13º 7,30% 14º 6,36%
General Electric 13º 7,30% 8,55%
Eletrobrás 15º 6,91% 16º 6,07%
3M 16º 6,32% 17º 5,50%
Honda 16º 6,32% 33º 3,74%
General Motors 18º 5,84% 25º 4,31%
Nestlé 19º 5,74% 18º 5,46%
Unilever 20º 5,64% 23º 4,58%

Notícias relacionadas

Deixe um comentário