Jovem faz portfólio em forma de pizza e entrega em agências

exame

No final das contas, a criatividade é o suprassumo da atividade publicitária.

Mas como demonstrar sua capacidade se o mercado de trabalho não é exatamente um mar de oportunidades e você ainda não conseguiu o emprego numa agência?

A resposta pode estar na própria questão. Por que não começar a carreira com uma ação criativa? Foi o que pensou Marcelo Toro, de 21 anos, recém-formado em publicidade e propaganda.

Em busca de um espaço para mostrar seu trabalho, o jovem desenvolveu um portfólio em formato de pizza, com uma caixa personalizada e os dizeres “delivery – coma com os olhos”.

Para entregar o folder, que evidenciava as características de seu trabalho, Marcelo Toro também se vestiu a caráter, como um entregador convencional da famosa massa redonda.

O publicitário percorreu a cidade de São Paulo por dois dias de táxi e fez a entrega de dezesseis portfólios nas sedes de algumas das maiores agências de publicidade do Brasil.

Entre elas Africa, DM9, Young & Rubicam, Lew Lara TBWA, Publicis Brasil, Santa Clara, Almap BBDO, Master Roma Waiteman, FCB Brasil, Borghi Lowe, Ogilvy Brasil, Havas Wordwide e até o Google.

“Apresentei-me como entregador de pizza em todas elas, foi uma grande aventura. No período da manhã as entregas foram bem divertidas, porque ninguém pede pizza tão cedo”, contou Marcelo ao Adnews.

“Quando me perguntavam sobre a pizza, eu simplesmente dizia que era cortesia da casa. Queria de alguma forma me destacar, porque enviar por e-mail ou publicar um portfólio na internet é muito mais concorrido, já que todo mundo faz”, explica.

Ainda não se sabe se tudo realmente vai “terminar em pizza” para Marcelo e se ele será contratado por alguma agência que recebeu o seu portfólio.

Entretanto, para ele, a experiência já valeu muito, principalmente pelos feedbacks que disse já ter recebido por sua iniciativa.

Notícias relacionadas

Comments (1)

Bom dia! Gostaria de encontrar alguém para fazer um portilólio empresarial pra mim, alguém me ajuda?

Deixe um comentário