A etiqueta profissional do “beijinho” nos países latinos

Exame

É melhor apertar a mão ou dar um beijo no rosto num contexto de trabalho? A resposta varia conforme a geografia.

Num cenário marcado pela globalização, conhecer as peculiaridades culturais de cada país é fundamental para criar vínculos, evitar gafes e até garantir oportunidades profissionais.

A partir de informações da IMS, empresa de marketing e mídia com foco na América Latina, apresentamos um breve guia da cultura dos cumprimentos em alguns países hispânicos e em três estados brasileiros.

Veja, a seguir, um apanhado geral – com direito a exceções – sobre a matemática dos “beijinhos”:

1 Chile

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Beijos no rosto são comuns em qualquer contexto. O cumprimento costuma ser feito entre mulheres ou entre uma mulher e um homem. Dois homens não se cumprimentam com um beijo no rosto.

2 Argentina

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Tanto homens quanto mulheres trocam beijos no rosto em situações profissionais ou não. Em algumas províncias argentinas, homens se cumprimentam com um aperto de mão, um abraço e um beijo, um depois do outro.

3 México

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Não.

Como se cumprimentar então? Se o contexto é de trabalho, homens e mulheres trocam apertos de mão.

Costume: O beijo no rosto só é hábito entre pessoas com mais intimidade. Homens costumam se abraçar e dar tapas nas costas um do outro.

4 Colômbia

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: A regra do beijo só vale para o cumprimento entre duas mulheres ou entre uma mulher e um homem. Dois homens não trocam beijos no rosto. Quando a situação é formal, é melhor se restringir ao aperto de mãos em qualquer caso.

5 Venezuela

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Não.

Como se cumprimentar então? Somente apertos de mão são aceitos em situações de trabalho.

Costume: Dar um beijo na bochecha só é comum entre familiares ou amigos muito próximos.

6 Peru

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Como no caso do Chile, é aceito trocar beijos para cumprimentar colegas de trabalho, familiares ou amigos. Culturalmente, a prática não é comum entre dois homens.

7 Brasil – São Paulo

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um.

Costume: Profissionalmente, um homem e uma mulher, ou duas mulheres, podem trocar beijos no rosto. Esse cumprimento só ocorre entre homens que sejam familiares ou amigos muito próximos.

8 Brasil – Rio de Janeiro

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Dois, um em cada bochecha.

Costume: Em situações de trabalho, dois homens não costumam trocar beijos. O mesmo não vale se a dupla for composta por duas mulheres ou por um homem e uma mulher.

9 Brasil – Minas Gerais

É cultural dar beijo no rosto em situações profissionais? Sim.

Quantos? Um ou três são mais frequentes. No segundo caso, alternando as bochechas.

Costume: Como no Rio e em São Paulo, contextos de trabalho aceitam o beijo no rosto se a interação for entre duas mulheres ou entre um homem e uma mulher. A prática só acontece entre dois homens se a situação não for profissional, e quando há relação de proximidade.

Deixe um comentário