Currículo sucinto e limpo é a dica

O Globo

Em entrevista ao site Mashable, o CMO da empresa de marketing e software HubSpot, Mike Volpe, listou alguns dos principais equívocos que vê nos currículos que recebe. Entre eles: perfis de redes sociais desatualizados, excesso de linguajar corporativo, uso de e-mails antigos como hotmail ou yahoo. Outra queixa diz respeito à falta de atenção que muitos candidatos têm. Ao encaminhar o currículo para uma empresa, acabam deixando o nome de outra companhia para a qual haviam se candidato ou de outro recrutador.

“Ter tempo para fazer cem currículos ou cartas de apresentação diferentes é quase impossível, mas o candidato deve customizar documentos de acordo com o tipo de vaga que almejando”, destaca Volpe, acrescentando que é preciso assegurar que o nome de empresa, recrutador e vaga estão escritos corretamente.

Por isso, diz Adalberto Santos, diretor da consultoria Afamar Capital Humano, pode valer a pena pedir para outra pessoa revisar o currículo — não precisa ser alguém especializado em RH.

— Mas pedir a opinião de um profissional que tem uma vivência maior pode ajudar — acentua Santos, acrescentando que também é possível encontrar modelos de currículo disponíveis na internet. — Mas para usá-los é preciso ter bom senso e tentar, sempre, ser sucinto.

ESPECIALISTAS RECOMENDAM BOM SENSO

O bom senso, aliás, é o mais recomendado por especialistas e vale também para quem pensa em fazer um currículo seguindo uma linha mais criativa. Exemplos assim não faltam: tem profissional que fez o currículo em formato de barra de chocolate, outro que criou um site que simula um videogame, há ainda currículos em história em quadrinhos ou em QR Code.

— Mas um currículo com design diferente talvez vá contar mais pontos em indústrias mais criativas, como design, marketing ou publicidade — adverte Jacqueline Resch, sócia e diretora da Resch RH, acrescentando, porém, que não descartaria um candidato de uma área mais tradicional que apresentasse um currículo diferente. — Tentaria entender na entrevista o porquê de ele ter fugido do código de sua profissão.

O que não pode, e nisso todos os especialistas concordam, é ter um currículo confuso ou “sujo”, seja ele tradicional ou criativo. Neste caso, acaba passando uma imagem negativa, assim como aquele currículo repleto de erros.

— Currículo visualmente complicado depõe contra qualquer pessoa — acredita Jacqueline.

Adalberto Santos, da Afamar, concorda e diz que é necessário haver um mínimo de organização e limpeza visual, caso contrário diminuem as chances de convocação para uma entrevista. Mas Santos lembra também que não há um modelo padrão de currículo e que cada profissional deve saber o que funciona melhor.

— O fundamental é ser claro, transparente e honesto — diz o diretor da consultoria.

E manter-se atualizado, sempre.

— Isso vale para o currículo, o LinkedIn e bancos de dados de empresas — conclui Jacqueline.

DICAS PARA NÃO SER IGNORADO

E-MAIL. O site Mashable fez uma lista com motivos pelos quais um candidato pode ter o currículo ignorado. Um deles é o e-mail: quem usa o domínio @hotmail ou @yahoo pode passar uma imagem de desatualização. Melhor migrar para o gmail ou, ainda melhor, ter o próprio domínio.

GOOGLE. Ser encontrado no Google é outro fator. Não é necessário ser super popular, mas o recrutador deve encontrar ao menos o perfil do LinkedIn ao fazer uma busca na web.

FOTOS. Mesmo o Facebook sendo uma rede pessoal, a foto do perfil não deve ser de biquíni ou sem camisa, pois o recrutador poderá vê-la.

Deixe um comentário