Como os homens veem as mulheres no trabalho (e vice-versa)

Exame


Vinte. Este é o número de vezes que um homem tem mais chance de chegar a um cargo de presidente de uma grande empresa quando comparado com uma mulher, segundo estudo da Bain que será divulgado amanhã durante o Fórum Mulheres em Destaque. E a diferença de estilos de gestão é uma das principais explicações para isso.

O estudo feito com pouco mais de 500 profissionais brasileiros prova que homens e mulheres se veem de maneiras diferentes no trabalho. “A mulher tende a construir relacionamentos, mobilizar o time, ajudar nos processos relacionais quando há mudanças”, afirma Luciana Batista, consultora da Bain & Co.

O problema? “Os líderes tendem a promover pessoas com estilos de gestão semelhantes aos seus”, diz a especialista. Como os homens são maioria nos cargos de liderança, a consequência não poderia ser mais óbvia.

Na hora de avaliar as próprias características, tanto mulheres quanto homens acabam caindo em alguns estereótipos.

Por exemplo, segundo os dois grupos, elas são menos eficazes do que eles na hora de controlar emoções e trabalhar com pessoas do mesmo sexo. Os homens, por sua vez, são menos eficazes ao conciliar trabalho e família e construir relacionamentos do que as mulheres, segundo o levantamento.

O desempenho feminino e masculino, segundo as mulheres

Perfil Mulheres mais efetivas que os homens Homens mais efetivos que mulheres
Controla as emoções no trabalho 6% 65%
Gerencia situações de alta pressão 15% 31%
Trabalha com colegas do mesmo sexo 14% 32%
Toma decisões difíceis baseadas na lógica e em bom julgamento 11% 28%
Toma boas decisões comerciais 7% 19%
Forma times de alta performance 21% 10%
Fala/contribui de forma eficaz em reuniões de liderança 17% 13%
Comunica ideais ou argumentos complexos 23% 14%
Trabalha bem em equipes 25% 15%
Constrói relacionamentos com os colegas 30% 18%
Propõe e gerencia processos de mudança transformacional 35% 8%
Mantém o comprometimento com o trabalho enquanto gerencia as necessidades de suas famílias 58% 12%

O desempenho feminino e masculino, segundo os homens

Perfil Mulheres mais efetivas que os homens Homens mais efetivos que mulheres
Controla as emoções no trabalho 4% 62%
Gerencia situações de alta pressão 3% 46%
Trabalha com colegas do mesmo sexo 10% 40%
Toma decisões difíceis baseadas na lógica e em bom julgamento 6% 30%
Toma boas decisões comerciais 5% 13%
Forma times de alta performance 9% 19%
Fala/contribui de forma eficaz em reuniões de liderança 11% 14%
Comunica ideais ou argumentos complexos 11% 16%
Trabalha bem em equipes 15% 16%
Constrói relacionamentos com os colegas 21% 21%
Propõe e gerencia processos de mudança transformacional 16% 12%
Mantém o comprometimento com o trabalho enquanto gerencia as necessidades de suas famílias 30% 28%


Estilo de liderança

Quando indagados sobre o desempenho das mulheres e homens em 10 estilos de liderança, os profissionais do sexo masculino afirmam que eles são melhores que elas exatamente nas características que são mais valorizadas pelos chefes – novamente, que são na sua maioria homens.

O que é mais valorizado nos cargos de liderança, segundo homens e mulheres

O que as empresas valorizam Segundo mulheres* Segundo homens*
Solucionar problemas 53% 54%
Encorajar o trabalho em equipe 47% 43%
Influenciar a equipe 33% 34%
Inspirar 30% 30%
Delegar 28% 28%
Fazer networking 26% 22%
Apoiar 20% 27%
Reconhecer 24% 22%
Fazer coaching/mentoring 16% 14%
Consultar as pessoas 14% 15%

* percentual de entrevistados que atribuíram importância 9 ou 10 em um ranking de 10

O desempenho de homens e mulheres em cada item, na visão dos homens

O que as empresas valorizam Desempenho das mulheres*  Desempenho dos homens*
Solucionar problemas 19% 25%
Encorajar o trabalho em equipe 27% 24%
Influenciar a equipe 22% 30%
Inspirar 19% 22%
Delegar 15% 22%
Fazer networking 24% 27%
Apoiar 26% 20%
Reconhecer 26% 17%
Fazer coaching/mentoring 22% 13%
Consultar as pessoas 29% 17%

* percentual de entrevistados que atribuíram importância 9 ou 10 em um ranking de 10

Repare que nos cinco estilos de liderança mais valorizados pelos chefes (solucionar problemas, encorajar o trabalho em equipe, influenciar a equipe, inspirar e delegar), as mulheres superam os homens em apenas um item – embora se sobressaiam em outras características.

Para elas, a consequência da cultura que valoriza o estilo masculino é clara: apenas 19% das mulheres acreditam que têm as mesmas chances de promoção que homens tão qualificados quanto elas. Entre as que estão em cargos juniores, o percentual é de 27%.

O cenário se repete nos processos de seleção e indicação. Ao todo, 60% das mulheres em cargos juniores acreditam que há igualdade entre os gêneros durante os processos de seleção. Entre as executivas, o percentual cai para 31%.

Deixe um comentário