As profissões certas para quem odeia trabalhar em equipe

exame

Qual o lugar dos individualistas no mercado? Em tempos em que trabalho em equipe é uma das características mais valorizadas pelos recrutadores, onde se encaixam aqueles profissionais diretos que preferem atuarr sozinhos, que se dão bem quando os resultados esperados deles dependem quase que única e exclusivamente do seu trabalho individual?

“Sempre houve individualistas e sempre houve trabalhos para individualistas”, afirma o consultor Eduardo Ferraz. De acordo com ele, pessoas com esta característica marcante devem abrir o jogo na entrevista de emprego. “Não precisa dizer que odeia trabalhar em equipe, como eu ouvi de uma moça que entrevistei uma vez, mas é possível dizer que prefere um tipo de trabalho em que os resultados dependam mais dela do que dos outros”, indica Ferraz.

Certamente, segundo ele, é mais difícil (mas não impossível) encontrar posições assim em departamentos de marketing, de recursos humanos, administrativos ou de TI de empresas, em que reuniões e projetos em grupo são mais comuns.

Uma atividade considerada individualista, diz o especialista, é aquela em que pelo menos 80% dos resultados dependem do seu esforço individual. E são algumas profissões e carreiras adequadas a esta regra matemática que você vai conferir a seguir. Nelas, o individualismo é encarado como vantagem.

Consultoria

É um trabalho adequado ao profissional individualista. “O consultor, geralmente, gosta de trabalhar sozinho”, diz Ferraz. Quem contrata um consultor sabe que se trata de alguém com expertise para dar palpites e espera dele resolução de problemas e sugestões objetivas diretas e incisivas.

Coaching

“O coaching é um trabalho individual e muitas vezes até feito a distância”, diz Ferraz. Outros tipos de terapeutas, como psicoterapeutas, por exemplo, também podem trabalhar sob este esquema mais individualista, embora não seja regra.

Muitos profissionais ficam em seus escritórios particulares conversando com seus clientes por telefone ou atendendo pessoas presencialmente. E é uma carreira em expansão. “Tenho visto muitos jovens se especializando”, diz Ferraz.

Revisão (freelancer)

Revisão de textos é, por excelência, um trabalho adequado aos individualistas. “Grande parte das vezes, revisores trabalham em casa e escolhem seus clientes, não é qualquer assunto com que trabalham ”, diz Ferraz.

Vendas

“Tomemos o exemplo de um vendedor típico, como o corretor de imóveis: faz reunião uma vez por semana e fica na rua, em plantão ou fazendo visitas com clientes”, diz Ferraz. Estes profissionais respondem por metas individuais.

É o mesmo que ocorre com vendedores de carros. “Muitos deles, não todos, têm que bater metas individuais, em alguns casos, há até competição entre eles”, diz Ferraz.

Prestação de serviço

Professores particulares e personal trainers também são exemplos de prestadores de serviço com atividades individualistas. Resultados e o sucesso dependem exclusivamente de seu (bom) trabalho. “Muitos querem atender sozinhos e vão a casa de clientes”, diz Ferraz.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário