As desculpas mais bizarras de quem chega atrasado ao trabalho


Ao menos uma vez por mês. A maioria (29%) dos 3,4 mil profissionais entrevistados pelo CareerBuilder disse que se atrasa para trabalhar mensalmente, segundo pesquisa recente feita nos Estados Unidos. Há ainda outros 16% que confessaram começar o expediente mais tarde uma vez por semana.

A equipe do site também quis saber se os chefes ficam muito bravos com atrasos. Entre os 2,6 mil gerentes entrevistados, 29% disseram não se incomodar, desde que não sejam regra.

E, como faz todo os anos, o CareerBuilder perguntou aos gestores participantes quais as desculpas mais ridículas que eles ouviram de funcionários que perderam a hora. Confira, as “pérolas” que eles contaram:

[v_media_boxes id=”” image_align=”left” image_style=”square” bw_filter=”false”]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/10/size_960_16_9_calendario.jpg?quality=70&strip=all&w=920″ title=”Perdido” link=”#” link_target=”_self”]”Esqueci que não era fim de semana”. (Pawel Kryj)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_olho23.jpg?quality=70&strip=all&w=920″ title=”Desatento” link=”#” link_target=”_self”]”Passei vaselina nos olhos.” (Stock.xchng)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_18270480221.jpg?quality=70&strip=all&w=920″ title=”Olheiro” link=”#” link_target=”_self”]”Tive que assistir a um jogo de futebol que estava sendo disputado na Europa.” (Getty Images)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/11/miflippo.png?w=680″ title=”Não era?” link=”#” link_target=”_self”]”Achei que o Dia da Bandeira era feriado” (miflippo/Thinkstock)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_20151019-14270-1u75ehx.jpg?quality=70&strip=all&w=920″ title=”Cuidadoso” link=”#” link_target=”_self”]”Tive que levar minha tartaruga de estimação à clínica de animais exóticos.” (Reprodução)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2017/01/deck.jpg?quality=70&strip=all&w=680″ title=”Carpinteiro” link=”#” link_target=”_self”]”O vento destruiu o deck da minha casa.” (Toa55/Thinkstock)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_despertador4.jpg?quality=70&strip=all&w=920″ title=”A culpa é deles” link=”#” link_target=”_self”]”Dormi mais e perdi a hora porque meus filhos mudaram todos os relógios da casa.” (Zvone Lavric / Stock Xchng)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2017/01/alce.jpg?quality=70&strip=all&w=680″ title=”Caçador” link=”#” link_target=”_self”]”Fui encurralado por um alce.” (AlbertoLoyo/Thinkstock)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2017/01/chave-porta.jpg?quality=70&strip=all&w=680″ title=”Castigada” link=”#” link_target=”_self”]”Minha mãe me trancou no armário.”[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_pizzadominost1.jpg?quality=70&strip=all&w=920″ title=”Que fome!” link=”#” link_target=”_self”]”A pizza que pedi demorou a chegar e tive que esperar em casa.” (Dominos)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2017/01/nascer-do-sol-em-ny.jpg?quality=70&strip=all&w=680″ title=”Amante da natureza” link=”#” link_target=”_self”]”O nascer do sol estava tão bonito que tive que parar no caminho para ver.”[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2017/01/sogra.jpg?quality=70&strip=all&w=680″ title=”Fala muito!” link=”#” link_target=”_self”]”Minha sogra não parava de falar.” (TatyanaGl/Thinkstock)[/v_media_box]

[v_media_box image=”https://abrilexame.files.wordpress.com/2017/01/sanduiche-de-queijo.jpg?quality=70&strip=all&w=680″ title=”Nham nham” link=”#” link_target=”_self”]”Meu pai se ofereceu para fazer um sanduíche de queijo e eu não pude recusar.” (msheldrake/Thinkstock)[/v_media_box]
[/v_media_boxes]

Notícias relacionadas

Deixe um comentário