Aos 41, pedreiro falta ao trabalho e faz Enem para virar engenheiro civil





Aos 41 anos de idade, o pedreiro Marcio Antônio da Silva aposta no Enem 2013 para mudar de vida e de função dentro do canteiro de obras. Com o sonho de virar engenheiro civil, ele é um dos candidatos do Exame Nacional de Ensino Médio, em Campinas (SP), e fará a prova na Unip, onde a movimentação de estudantes teve início por volta das 11h deste sábado (26).

Tímido e ansioso com a prova, Silva conta que esta é a primeira vez que presta o exame e precisou faltar ao trabalho – uma obra em Santa Cruz das Palmeiras – para conseguir chegar a tempo para a avaliação. “Quero usar isso para mudar de vida. Espero que valha a pena”, declarou.

Ele conta que concluiu o ensino médio há três anos e precisou pegar carona, nesta sexta-feira, com colegas de trabalho até a Rodovia Anhanguera, em Hortolândia, de onde pegou um ônibus para a casa, em Campinas. “Hoje acordei cansado, mas a vontade é maior”, falou.

Os portões na Unip foram abertos pontualmente ao meio dia, mas a partir das 11h os estudantes já chegavam ao local. A estudante Maiara Martins Trevisan, de 18 anos, chegou com um amuleto a tira colo. Ela conta que leva o potinho de azeite que ganhou na igreja que frequenta para conseguir “uma força extra”.

Deixe um comentário