7 profissões inusitadas que pagam (muito) bem nos EUA


Fervilhante de boas oportunidades, o mercado de trabalho norte-americano não paga bons salários apenas para carreiras tradicionais como medicina, engenharia ou direito. A remuneração também é alta para algumas profissões vistas como incomuns ou até bizarras.

De ilustrador de livros médicos a preparador de cadáveres, o site Business Insider fez uma seleção de profissões inusitadas que pagam surpreendentemente bem nos Estados Unidos.

Os salários vão de 3,3 mil a 6,8 mil dólares por mês — uma variação de 10,9 mil a 22,5 mil reais, aproximadamente.

Em quase todos os casos, os motivos para a boa contrapartida financeira são dois: ou a ocupação exige uma formação extremamente específica, ou envolve algum tipo de risco, desconforto ou inconveniente.

Veja a seguir 7 carreiras inusitadas e suas respectivas remunerações médias, de acordo com o Business Insider:

1. Cantor de cruzeiros

Salário estimado: 4 mil – 5 mil dólares por mês

Que tal viajar o mundo em um navio e ainda ganhar dinheiro com isso? Grande cruzeiros costumam contratar profissionais de diversas áreas, tais como chefs de cozinha, animadores, dançarinos, músicos, salva-vidas e técnicos em eletricidade, por exemplo. Se você tiver talento para o canto, pode receber até 5 mil dólares por mês fazendo shows para a tripulação, segundo o site Glassdoor.

2. Ilustrador de livros médicos

Salário médio: 6,8 mil dólares

Desenhar imagens para livros, pesquisas ou materiais de marketing em saúde exige conhecimentos muito específicos, o que explica a valorização salarial da carreira. Além de formação em artes visuais, o ilustrador precisa dominar tópicos de medicina para conseguir trabalhar ao lado de professores, cientistas e médicos. É requisito ter diploma de mestrado de um programa autorizado pela AMI (Associação de Ilustradores Médicos) — e são raras as escolas que conseguem obter esse endosso.

3. Preparador de cadáveres

Salário médio: 3,5 mil dólares por mês

É preciso muito conhecimento técnico para a atividade, que inclui remover o sangue do cadáver e substituí-lo por um fluido embalsamador, além de aplicar maquiagem e eventualmente reconstruir a aparência do corpo. Além de ter uma agenda imprevisível, o profissional também precisa ter preparo para lidar com a tragédia. Para ingressar nessa carreira, é preciso ter formação em ciências mortuárias, que costuma durar dois anos.

4. Instalador de vidros

Salário médio: 3,4 mil dólares por mês

A profissão paga bem por um motivo bastante simples: a rotina pode ser bastante perigosa. A tarefa do instalador é se pendurar nas alturas e manusear grandes peças de vidro para montar janelas em edifícios. Para conseguir um emprego na área é exigido um diploma de nível médio, além da formação específica em um programa de aprendiz que costuma durar quatro anos.

5. Limpador de cenas de crime

Salário médio: 3,3 mil dólares por mês

Esta profissão é para quem tem estômago forte: sua missão é ir até lugares onde aconteceram homicídios, acidentes ou suicídios depois que a polícia já terminou seu trabalho, e higienizar o local. Não é preciso ter diploma universitário para atuar na área, mas podem ser exigidas certificações de cursos que ensinam os padrões federais de limpeza de cenas de crime e descarte correto de materiais que oferecem risco biológico.

6. Cartógrafo

Salário médio: 5,2 mil dólares

Segundo o Bureau of Labor Statistics, órgão norte-americano que divulga dados sobre o mercado de trabalho no país, o número de empregos para cartógrafos cresceu quase 30% mais rápido do que a média nacional. Sua missão é coletar informações para criar ou atualizar mapas em plataformas analógicas e digitais. A maioria dos profissionais da área tem graduação em cartografia, geografia, engenharia ou matemática. Em alguns estados, é preciso ter também uma autorização específica para trabalhar na área.

7. Invasor “ético” de computadores

Salário médio: 5,9 mil dólares por mês

Segurança da informação é uma carreira em alta, e os empregadores estão pagando cada vez mais dinheiro para hackers invadirem seus sistemas intencionalmente e encontrar brechas que podem ser aproveitadas por pessoas mal-intencionadas. Para fazer carreira como “invasor ético” nos Estados Unidos, você precisa ter graduação em ciências da computação, programação ou outra área similar. Mestrado também costuma ser exigido.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário