5 aplicativos para encontrar o emprego perfeito

Info

Quem pensa que para encontrar um novo emprego basta escolher a área de atuação está muito enganado. Ao buscar um local para trabalhar, o profissional deve considerar se a empresa para onde está indo se identifica com seu perfil, seus valores e objetivos.

O mesmo vale para os recrutadores, que querem encontrar o talento perfeito para cada vaga de acordo com as políticas da organização.

Além disso, a frieza como os processos seletivos são tratados muitas vezes pode fazer com que o profissional se dedique a uma vaga em uma companhia que nada tem a ver com suas expectativas.

Afinal, como saber se a companhia tem um ambiente mais descontraído, mais corporativo, se o seu escritório é adequado para o trabalho e se ele fica próximo de onde você mora?

Pensando nisso, muitos empreendedores partiram para a lógica dos sites e apps de paquera: eles querem dar um ‘match’ entre companhias e profissionais e trazer mais harmonia aos ambientes de trabalho.

“Se você erra na porta de entrada da sua empresa, o prejuízo depois pode ser enorme”, afirma a empreendedora Isabella Arruda Botelho, criadora da plataforma Pin People.

Para te ajudar a conseguir o trabalho perfeito, selecionamos 5 opções de aplicativos e sites específicos para buscar oportunidades de trabalho pelo país de acordo com seu perfil. Confira, clicando nas setas laterais:

[slider slider_height=”450″ image_resize=”false” image_crop=”true” flex_slider_effect=”slide” slider_timeout=”60″]
[slide title=”GoTalent” img_url=”http://assets2.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542604/size_810_16_9_gotalent-20150730100824.jpg” link=””]Com foco no recrutamento personalizado para profissionais de TI, a GoTalent foi criada em 2014.
Como funciona: o candidato cadastra todas as suas competências no serviço e o tipo de vaga que deseja buscar (estágio, trainee, júnior, pleno, etc.).
A GoTalent, então, cruza as informações do usuário com as oportunidades compatíveis com seu perfil em uma espécie de “match”, o qual mostra o nível de identificação daquele profissional com o emprego de 0 a 100%. Caso a pessoa se interesse em disputar a vaga, ela se inscreve no próprio site e a entrevista poderá ser feita por videochamada.[/slide]
[slide title=”Emprego Ligado” img_url=”http://assets2.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542605/size_810_16_9_empregoligado-20150730101527.JPG” link=””]A proposta do Emprego Ligado é fazer com que pessoas de baixa renda não precisem mais se deslocar tanto para trabalhar. Com o aplicativo para Android, mesmo aqueles que não possuem computador conseguem receber vagas de emprego pelo próprio celular.
Como ele funciona: o usuário se cadastra pela página da web ou pelo celular. É preciso informar o grau de escolaridade e as áreas de trabalho de maior interesse – que pode ser desde telemarketing até construção e restaurantes. Depois, o candidato passa a receber e visualizar vagas de acordo com sua cidade e localização atual e pode agendar entrevistas.[/slide]
[slide title=”Worker Hunt” img_url=”http://assets3.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542606/size_810_16_9_workerhunt-20150730102018.JPG” link=””]Depois de 18 anos morando no Brasil, o empreendedor Osama Khozondar, de São Paulo, percebeu a dificuldade que tinha para encontrar funcionários qualificados para seus negócios, então ele teve a ideia de lançar o aplicativo Worker Hunt, a fim de facilitar a busca por profissionais em qualquer área de atuação.
Como ele funciona: o profissional se cadastra pelo site ou aplicativo. Depois de atualizar o currículo, os dados do usuário ficarão disponíveis para consulta de empresas em busca de talentos nas proximidades. Também há recursos para indicações de pessoas, anexo de portfólio e galeria de fotos.[/slide]
[slide title=”Biz.u” img_url=”http://assets0.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542607/size_810_16_9_885x664-bizu-20150730102248.jpg” link=””]Cansados da maneira fria como muitos sites de vagas tratam os processos seletivos, os empreendedores Wagner Andrade, Fellipe Bazilio e Rafael Chaves resolveram criar um novo modelo de recrutamento que conectasse profissionais e empresas de acordo com suas personalidades.
Como funciona: o candidato se cadastra a partir do e-mail, Facebook ou LinkedIn e deve preencher uma pequena pesquisa com perguntas sobre comportamento.
Depois de responder, o usuário recebe os chamados “Arquétipos pessoais”, que funcionam como qualidades-chave que são comparadas às da empresa.[/slide]
[slide title=”Pin People” img_url=”http://assets3.exame.abril.com.br/assets/images/2015/7/542608/size_810_16_9_pinpeople1-20150730103808.JPG” link=””]Inspirada no site de relacionamentos eHarmony, Pin People é uma forma interessante de conectar profissionais e vagas no Brasil.
Como funciona: o profissional deve preencher um questionário, informando suas preferências sobre estilos de trabalho e valores.
A empresa, por sua vez, envia um formulário para que seus funcionários preencham. São eles quem contarão como a empresa é no dia-a-dia. Essas respostas são consolidadas e a empresa passa a ter seu perfil na Pin People.
É a partir do cruzamento desses dados o site irá encontrar um local compatível com o que o internauta ou a companhia procuram no mercado. [/slide]
[/slider]

Notícias relacionadas

Deixe um comentário