4 dicas do pôquer para ter controle emocional no trabalho

uol

O pôquer é um jogo de apostas, mas, para vencer, os competidores não podem contar apenas com a sorte. Ele exige habilidades específicas e capacidade de tomar decisões corretas em pouco tempo –qualidades que podem ser aproveitadas em qualquer carreira, segundo Gabriel Goffi, jogador profissional.

Para ele, uma das chaves do sucesso –tanto no pôquer, quanto na vida profissional– é o controle emocional, e isso pode ser desenvolvido. “No pôquer, perde-se muito, mas também ganha-se muito. O controle emocional vem daí. Apanhar, cometer erros, controlar o ego, as emoções e a forma como reage ao prejuízo.”

Goffi tem 26 anos, é profissional de pôquer desde os 19 e adepto da modalidade high stakes, em que há mais dinheiro em disputa. Para poder entrar nessas mesas, jogadores costumam gastar de US$ 5.000 a US$ 10 mil.

O profissional diz que já ganhou mais de R$ 1 milhão apenas com o pôquer. Hoje, divide o tempo do jogo com um curso online que desenvolveu, em que promete ensinar práticas para melhorar o desempenho em diversas áreas da vida.

Ele dá quatro dicas de como conseguir o controle emocional, necessário tanto para jogadores de pôquer quanto para quem deseja o sucesso na carreira.

1 Prepare-se para realizar grandes feitos

Profissionais do pôquer lidam constantemente com perdas e ganhos, principalmente em jogos online, em que podem participar de várias mesas ao mesmo tempo. Por isso, Goffi diz que é preciso manter na cabeça que vai realizar grandes feitos diariamente, e não apenas se preparar quando surge uma oportunidade diferente.

Para isso, segundo ele, é necessária uma rotina de preparação mental. “Sou contra acordar e ir direto para o computador.” Ele aconselha que cada um estabeleça seus próprios rituais, principalmente de manhã. “Assim, você sente que está presente no momento e está se preparando para algo no dia, ficando mais calmo, relaxado.”

Entre esses rituais, ele cita exercícios físicos, ioga, meditação e uma refeição balanceada.

2 Aprenda a perder

“Você se prepara, estuda e toma a decisão correta. E, às vezes, você perde, sem ter feito nada errado”. Segundo Goffi, isso vale para o pôquer, mas também para situações do dia a dia no trabalho.

Entender que sempre há uma possibilidade de perder é importante para manter o equilíbrio emocional, sofrendo menos nas derrotas. “Você tem que saber que precisa tomar a melhor decisão possível, e é isso que importa: você pode perder, mas fez o melhor que podia nesse momento”.

3 Conheça seus limites

No pôquer, há o bankroll. Ele é a quantia de dinheiro que cada pessoa tem para fazer apostas no jogo. Goffi afirma que o bankroll ensina a enfrentar situações na carreira, principalmente em negociações.

O profissional diz que é preciso agir sempre de acordo com seu limite, para não perder o controle emocional e prejudicar suas atitudes. “Se você está muito pressionado pelo dinheiro, um possível prejuízo vai afetá-lo emocionalmente.”

4 Saia da zona de conforto

Outra forma de aprender a lidar bem com as vitórias e com as derrotas é expor-se ao risco, saindo de sua zona de conforto.

No pôquer, segundo Goffi, isso é necessário para subir constantemente os limites das apostas, criando desafios. “O pôquer me trouxe essa clareza de que a zona de conforto é o oposto do sucesso”. Ele afirma que é preciso sempre avançar, sem deixar a carreira ficar parada. “Se você estiver muito confortável, é porque tem algo errado.”

Notícias relacionadas

Deixe um comentário